18 de jan de 2011

Como lidar com a dor (a dos outros)

Não sei o que vocês acham, mas há mim me parece que falar sobre morte continua sendo um tabu. Pode reparar, surge esse tema e logo alguém vai dizer:




- Há, vamos mudar de assunto ? Esse papo é muito down...

Mas a realidade é que ela faz parte da vida! Não tem jeito, invariavelmente vamos passar por esse processo doloroso e quanto mais tempo vivemos, maiores as possibilidades da gente passar por algumas tragédias.

Eu já perdi algumas pessoas muito importantes, primas-irmãs, avô, avó e mais recentemente a pessoa que eu mais amava no mundo (quem acompanhava o meu extinto blog sabe), meu afilhado. E essa última perda é uma coisa tão, mas tão dolorosa na minha vida que eu nunca vou ter palavras pra descrever!

Mas, com ela , comecei a reparar em como as pessoas se comportam diante da tragédia das outras. É claro que no momento que tudo acontece, todo mundo te consola, te dá um abraço, uma palavra de carinho, etc..Mas depois de algum tempo, ninguém mais se atreve a falar sobre isso.

Sei que a maioria não faz isso por maldade, mas sim por medo de tocar em um assunto que faz a outra pessoa sofrer, mas vou dizer uma coisa pra vocês, às vezes uma palavra de carinho ou um abraço, muito tempo depois, faz toda a diferença.

Ao contrário do que muitas pessoas pensam, a dor da perda não melhora com o tempo, ela só piora porque a saudade aumenta mais e mais. Você continua vivendo, claro, o show tem que continuar, mas aquela ferida está sempre ali, te lembrando que a felicidade não é mais 100%, e às vezes seria importante não ter que chorar sozinha, mas o fato é que ninguém quer te ouvir ou voltar nesse assunto triste, afinal, “já passou tanto tempo”.

Já aconteceu de comentar com algumas pessoas sobre a dor que eu sinto e elas fazerem cara de paisagem, olharem pro teto, pra baixo, ou simplesmente ignoraram o que eu estava dizendo. Como eu disse, não as culpo, todo mundo tem um jeito de lidar com a dor, mas se você tem alguma amiga/amigo nessa situação, garanto que às vezes um abraço ajuda muito e não custa nada. Porque chega um ponto que você acaba se sufocando, guardando toda a tristeza pra você, chorando escondido com medo das pessoas te acharem chata e se afastarem.

Mas ATENÇÃO, não estou dizendo que você deva mergulhar na tristeza da outra pessoa ou que isso deva acontecer constantemente, até porque, se a pessoa estiver assim, o tempo todo, provavelmente ela está com depressão e aí o buraco é mais embaixo, estou falando de amizade mesmo!

Li uma frase que é perfeita para ilustrar o que eu quero dizer:

“Mesmo que você não possa impedir o sofrimento do outro, importando-se irá diminuí-lo.” (Frank C.)

Então meu conselho é, se você tem um parente ou amigo nessa situação, perca 5 minutinhos com ele. Deixe-o desabafar, chorar....afinal, amigo é pra todas as horas não é mesmo ?

E mais alguns toques básicos do que NÃO fazer em casos tristes da vida, claro que com humor pra ninguém ficar deprê com esse papo brabo de morte néam ?!!! Mas acreditem se quiser, já ouvi tudo isso!

Manual prático para a hora da morte:

O que você não deve dizer:

- Você tem que ser forte!
Nossa, essa é dose! Alôooo, a pessoa perdeu alguém que ela AMA, ela não tem quer ser forte porcaria nenhuma! Ela tem que chorar tudo que tiver vontade, ela tem que amaldiçoar o universo, se descabelar, fazer o que ela tiver vontade para extravasar aquela dor insuportável!

- A vida é assim mesmo, todo mundo morre!
Cara, isso não vai consolar amigo nenhum! Garanto!

- Pelo menos ele/ela descansou.
Descansar pra mim é ficar horas torrando no sol a beira mar e tomando água-de-coco! Essa também não cola!

- Ele/ela está tão bonito(a) no caixão!
Bom, se você fizer um comentário desse, aí quem merece morrer é você!

- As pessoas boas não ficam nesse mundo muito tempo.
Se isso fosse verdade crianças não nasceriam e no mundo só restaria FDP.

Se você não quer ir ao hospital visitar quem está doente, pelo menos ligue, mande um bilhete ou coisa parecida, jamais dê aquela clássica desculpa:

- Ai, eu não vou te visitar porque não gosto de hospital..
Gente, quem é que gosta de hospital ? Nunca ouvi ninguém dizer:

- Deixa eu fazer uma escova no cabelo pra ir no hospital, tem que estar linda pra fazer esse programa super animado, adoooro!
Não né? Óbvio que ninguém gosta de hospital!

Velório e enterro a mesma coisa! Não dê essa desculpa esfarrapada! Sabemos que você não gosta de cemitério! Acho que as únicas pessoas que gostam são os góticos !!

Não insista para a pessoa comer, ela não vai conseguir, mesmo!

Não convide a pessoa para ir a uma balada se distrair! Pelo menos nos primeiros meses, isso não faz o menor sentido! O luto precisa ser vivido!

De resto, aproveitem muito e cada minuto ao lado das pessoas que vocês amam! A vida é a maior das dádivas!

4 comentários:

Paulinha disse...

Adorei o post... qdo minha avó morreu o que mais me irritava era as pessoas no velório tentando me distrair e dizendo "não chora"!
PORRA, PERDI A VÓ! Me deixa chorar em paz, vá pro inferno...
Não chora... seja forte... ninguém precisa disso, precisa só de um abraço e de um pouco de silêncio. O luto faz parte da vida...

Amei o post! E tb não acho o assunto down não!
Muito legal seu blog... de quando em quando entro aqui e sempre gosto dos posts.
http://rodasdenotape.blogspot.com

Claudia disse...

Gostei muita da postagem, Dani, e concordo MEGA com você.
Uma vez conversando com um amigo ele mencionou que o pai e a mãe tinham morrido. Eu nem hesitei e perguntei: "como eles morreram?" e na hora ele se assustou com a pergunta. Aí eu disse: "desculpa, você não quer falar sobre isso?" e ele riu e disse: "não, pelo contrário, me assustei porque ninguém pergunta, sempre mudam de assunto, e fiquei feliz que você perguntou."
É assim, tem que deixar a pessoa desabafar, chorar e não dar conselho idiota. Na verdade, nenhum conselho cabe. Tem que ficar quieto e se dispor a ajudar da forma que pode. Sinto muito pela sua perda, e saiba que apesar de não sermos amigas íntimas, se quiser conversar, estou aqui sempre.
Bjão!

Re disse...

Dani..disse tudoooo!! Isso mesmo, morte eh um tabu, as pessoas te consolam no momento do ocorrido, mas depois, ninguem mais quer saber como vc esta, como esta lidando, como esta vivendo..tabuuu...uma pena, pq eh se falando sobre o assunto que deixa de ser tabu e passa a ser algo natural que todos vamos vivenciar um dia. Bjs

Daniela Freitas disse...

Obrigada gente!
Na verdade esse post já foi um desabafo e só de saber que vocês leram já ajudou pacas!